Bashô, o viajante – por Eduardo Galeano

Dezembro
27

O viajante

NO DIA 27 de dezembro de 1644 nasceu Matsou Basho destinado a ser samurai, mas renuciou as guerras e foi ser poeta. Poeta caminhante.

Escreveu vários diários de viagem onde combinou o relato detalhado das suas perceções com poesia e espiritualidade.

Viajar era uma forma de se conhecer melhor.

Um mês depois de sua morte, lá pelo ano 1649, os caminhos do Japão já sentiam saudades dos passos de sua sandália de palha y das palavras que deixava pendurada nos tetos que lhe davam abrigo. Como estas:

Os dias e os meses são viajantes da eternidade
Assim passam os anos
Viajam cada minuto de seus dias quem navega
o mar ou cavalgam
a terra, até que sucubem ao peso do tempo
Muitos velhos morrem durante a viagem.
Eu apenas sucumbi a tentação das nuvens,
as vagabundas do céu.Matsou Basho

descarga

Cada dia é uma viagem e a viagem em si, é um lar.Matsou Basho

– Trecho do livro “Os Filhos Dos Dias”  do maestro Eduardo Galeano

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *